terça-feira, 31 de outubro de 2017

Cuidado ao falar próximo do celular, você pode está sendo gravado

O Facebook novamente nega, o rumo de que o seu aplicativo de celular estivesse usando o microfone para monitorar conversas e usa-las para exibir propagandas.
O vice-presidente Rob Goldman, da divisão de anúncios, falou sobre o assunto na sua conta no Twitter. “Eu cuido dos anúncios de produtos no Facebook. Nós nunca usamos o microfone de seu celular para os anúncios. Simplesmente não é verdade”, e disse ainda que o mesmo se aplica ao Instagram.
A rede social informa que as coincidências reportadas por alguns usuários são por conta da ilusão de frequência, quando pensamos em ver algo em todo lugar. Fora isso, a empresa por trás dos produtos em questão pode usar uma estratégia ampliada do marketing, chamada omni-channel, onde se aplica propagandas em diversas plataformas.
Os boatos voltaram a circular na última semana nas redes sociais. No YouTube, é possível encontrar vídeos que, supostamente, demonstram o monitoramento da empresa por meio do microfone do celular. Ano passado, após o mesmo rumor já está circulando na rede o Facebook divulgou uma nota oficial: Nós mostramos anúncios baseados nos interesses das pessoas e em outros dados de perfil não no que você fala em voz alta”.
Será que isso pode ser fruto da cabeça dos usuários?
Mas isso não quer dizer que o Facebook esteja espionando com sua massa de dois bilhões de usuários. Novamente a empresa nega qualquer possibilidade de invasão de privacidade das pessoas com funções que elas não permitam expressamente e especialistas afirmam que a própria cognição humana pode explicar a situação, chamado de Fenômeno Baader-Meinhof, também conhecido de ilusão de frequência.
É mais ou menos o que acontece quando uma mulher fica grávida e passa a enxergar diversas grávidas ao seu redor. As grávidas estavam lá, com a mesma frequência de sempre, mas mudou a forma como a pessoa percebe o mundo, ou seja, os anúncios talvez estiveram sempre por lá, mas as pessoas passaram a perceber um tipo específico de anúncio após conversarem sobre ele. Outra provável evidência é que nenhum especialista em segurança ainda detectou esse tipo de atividade de forma mais técnica nos aplicativos da empresa. Testes mais apurados e com alguma precisão científica ajudariam também.
Já que a questão para em um impasse, você pode simplesmente desligar o acesso do Facebook ao seu microfone caso tenha um celular Android com a versão 6.0 ou acima, ou também um IOS.
Abaixo terá o caminho a ser feito para desativar o microfone:
Configurar > Aplicativos > Facebook > Permissões, é só desativar o acesso ao microfone. No iOS ( a partir da versão 9) é só seguir a imagem abaixo.