segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Wanna Cry foi só um aperitivo. Ataques de vírus de 7ª geração estão vindo



    O Wanna Cry, ransomware que paralisou diversas empresas e causou um grande estrago, foi apenas um aperitivo. Ataques de vírus de 7ª geração estão por vir antes do que se imagina. "As redes botnets se especializaram e os estragos serão muito maiores", adverte o especialista em Segurança da Informação, Guilherme Neves.

Segundo ele, a proteção contra esses ataques precisa ser feita em camadas e há a necessidade do uso da Inteligência Artificial. "A maioria dos novos ataques não tem assinatura e serão bastante perigosos", sinaliza o especialista. 
Sobre Segurança da Informação no Brasil, Neves, que participou do Rio Info 2017, realizado de 25 a 27 de setembro, no Rio de Janeiro, diz que ainda estamos muito longe do ideal, mas há esforços sendo feitos, especialmente, na segurança cibernética pelas Forças Armadas. Mas esse olhar não pode deixar de lado a segurança física.

"Não adianta ter um aparato de segurança cibernética, se o atacante entrar na nossa casa. E aqui, o reconhecimento facial começa a ganhar um espaço considerável nas políticas de segurança".