sábado, 7 de abril de 2018

Graças ao cracking de qualidade da Apple, o numero de app foi reduzido.

   O número de aplicativos disponíveis na App Store diminuiu pela primeira vez em 2017, de acordo com dados compartilhados hoje pela Appfigures, empresa de análise da App Store. No final de 2017, havia 2,1 milhões de aplicativos iOS disponíveis na App Store, em comparação com 2,2 milhões de aplicativos no início do ano. 

    A partir de setembro de 2016 , a Apple informou aos desenvolvedores que removeria aplicativos antigos e desatualizados que não foram atualizados com compatibilidade para dispositivos mais recentes ou que não estão mais em conformidade com as diretrizes de revisão atuais. 

   A Apple também criou novas diretrizes para a App Store limitando aplicativos criados a partir de modelos comercializados ou serviços de geração de aplicativos, e baniu oficialmente aplicativos de varredura de vírus, além de reprimir aplicativos clones e spam, que contribuíram para os esforços de limpeza da App Store.

   No entanto, as alterações no iOS 11 podem ter o maior impacto no número de aplicativos disponíveis na App Store. Com o iOS 11, a Apple parou de suportar aplicativos de 32 bits, que a empresa começou a descontinuar em 2013. Aplicativos de 32 bits não são abertos em dispositivos que executam o iOS 11, nem aplicativos de 32 bits mais antigos podem ser encontrados na App Store.

   Desde 2015, a Apple exige que todos os aplicativos e atualizações de aplicativos usem a arquitetura de 64 bits, portanto, os aplicativos que se tornaram obsoletos com o iOS 11 não foram atualizados em pelo menos dois anos. 

Veja também: 


   Appfigures diz que a diminuição nos aplicativos também pode ser atribuída a uma queda no número de novos aplicativos enviados pelos desenvolvedores em 2017. Apenas 755.000 novos aplicativos foram adicionados à App Store em 2017, 29% a menos que no ano anterior. Isso também pode ser atribuído às políticas mais restritivas da App Store da Apple, reduzindo os aplicativos de baixa qualidade. 

   Embora o número de aplicativos da App Store tenha diminuído devido aos esforços da Apple para garantir que os aplicativos na App Store priorizem a qualidade, o crescimento do Google Play foi acelerado. Em 2017, o Google Play atingiu 3,6 milhões de aplicativos disponíveis, um crescimento de 30%. Os desenvolvedores do Android lançaram 1,5 milhão de novos aplicativos em 2017, um aumento de 17%.