terça-feira, 10 de abril de 2018

Hackers tiram do ar vídeo de Despacito no YouTube


   Alguns dias depois de o vídeo de Luis Fonsi, com o papel de Daddy Yankee ter quebrado todos os recordes, tornar-se o vídeo do YouTube mais visto , parece ter sido apagado num aparente hack. O vídeo teve mais de 5 bilhões de visualizações.

   Enquanto no momento da escrita da história, o vídeo nem apareceu na busca, de acordo com o The Independent , mais cedo ainda no vídeo mostrou várias figuras mascaradas apontando armas para a câmera. Isso certamente não é uma cena do vídeo “Despacito”. Quando os fãs tentam pressionar o play, ele diz que o vídeo não está disponível. Acredita-se que os aparentes hackers colocam essa miniatura. 


   Alegadamente, esse hack também afetou uma dezena de outros artistas, incluindo Shakira, Selena Gomez, Taylor Swift e Drake, entre outros. Os clipes originais foram publicados pela Vevo. Os hackers, chamando-se Prosox e Kuroi'sh, escreveram "Palestina Livre" abaixo dos vídeos. A maioria desses vídeos não estava ao vivo no momento em que a história foi escrita.

   De acordo com uma reportagem da BBC , uma conta no Twitter , que parece pertencer a um dos hackers postados na plataforma, diz: “É só por diversão, eu apenas uso [o script] 'youtube-change-title-video' e escrevo. 'hackeado'. "Não me julgue, eu amo o YouTube", acrescentou.

Leia também:

   A música “Despacito” foi lançada em janeiro de 2017 e foi um dos maiores sucessos do ano passado. Continuou quebrando vários recordes em streaming de música, incluindo um para o single com o maior número de semanas no número um nos EUA, com 16 semanas consecutivas. Ele também se tornou a música mais transmitida do mundo depois de atingir 4,6 bilhões de reproduções.

   Até o momento o YouTube não se pronunciou sobre o assunto.