segunda-feira, 22 de abril de 2019

Wi-Fi 6 está chegando: veja por que você deve se importar


   Prepare-se para a próxima geração de tecnologia Wi-Fi: Wi-fi 6 (por isso é chamado) vai ser exibido em dispositivos a partir do próximo ano. Mas você terá que jogar fora seu antigo roteador e obter um novo? E isso vai fazer seu Netflix rodar mais rápido? Aqui está tudo o que você precisa saber sobre o novo padrão.

   Explicar a tecnologia wifi pode ser bastante técnico. Muitas melhorias recentes, incluindo aquelas que chegam com o Wi-Fi 6, envolvem uma engenharia inteligente para extrair mais largura de banda dos 2.4GHz e 5GHz existentes que seu roteador já emprega. O resultado final é mais capacidade nos mesmos canais, com menos interferência entre eles, além de velocidades de transferência de dados mais rápidas.

   Transformando o Wi-Fi em até seis
   Uma das mudanças mais importantes que o Wi-Fi 6 traz consigo é, obviamente, o novo sistema de nomeação: usar uma simples sucessão de números facilitará muito aos clientes o controle dos padrões e a certeza de que eles tem kit compatível configurado. O termo mais técnico para o Wi-Fi 6 é 802.11ax, se você preferir a nomenclatura antiga.

   Padrões mais antigos estão sendo renomeados retroativamente também - o padrão 802.11ac se torna Wi-Fi 5, o padrão 802.11n se torna Wifi 4 e assim por diante. Espere ver o novo nome da Wi-Fi 6 em produtos de hardware e dentro de menus de software a partir de 2019, bem como pequenos logotipos bem parecidos com os que o Google usa para seus dispositivos Chromecast.
   O que o Wi-Fi 6 tem a oferecer no celular
   As mudanças vão além do nome. A nova geração do Wi-Fi promete deixar os viciados em games e séries bem satisfeitos: o Wi-Fi 6 irá suportar streaming de vídeo em 8K – desde que o provedor de internet ofereça este tipo de acesso e a indústria se movimente em prol de tablets e talvez celulares com tamanha capacidade de exibição de imagens).

   Outro avanço tem a ver com a eficiência. O consumo de energia será menor e, consequentemente, a bateria dos telefones durará mais. Além disso, é esperada uma melhor performance em ambientes lotados. Assim, será possível conseguir uma boa conexão mesmo em locais com alto fluxo de pessoas, como bares, restaurantes, estádios de futebol, escolas e shoppings.

   Como sempre, as melhorias com esta última geração de wi-fi estão em duas áreas principais: Velocidade bruta e taxa de transferência (se wi-fi fosse uma rodovia, estaríamos falando de um limite máximo de velocidade mais alto para veículos, bem como mais pistas para lidar com mais veículos de uma só vez). O Wi-Fi 6 suportará streaming de vídeo em 8K, desde que seu fornecedor de Internet ofereça acesso a velocidades de download suficientes.

   Na prática, isso significa suporte para taxas de transferência de 1,1Gbit / s na banda de 2,4GHz (com quatro fluxos disponíveis) e 4,8Gbit / s na banda de 5GHz (com oito fluxos disponíveis), embora a tecnologia ainda esteja sendo aperfeiçoada antes de sua lançamento completo no próximo ano - essas velocidades podem, na verdade, subir (está atingindo 10Gbit / s no laboratório ). Grosso modo, você pode esperar aumentos de velocidade de 4x a 10x no seu wifi.